OLEO DE COCO COPRA SEM SABOR

  • R$38,75
  • Marca: COPRA
  • Modelo: LIQUIDO
  • Disponibilidade: Em estoque

O Óleo de Coco Sem Sabor da Copra é livre de gordura trans e possui alto teor de ácidos graxos de cadeira média (ácido láurico), idênticos aos encontrados no leite humano.A gordura do óleo de coco é capaz de aumentar o metabolismo gerando calor a partir da queima de gorduras. Estudos mostraram excelentes resultados na queima de gorduras abdominais. O óleo também é indicado para diminuir ..

Opções disponíveis

O Óleo de Coco Sem Sabor da Copra é livre de gordura trans e possui alto teor de ácidos graxos de cadeira média (ácido láurico), idênticos aos encontrados no leite humano.

A gordura do óleo de coco é capaz de aumentar o metabolismo gerando calor a partir da queima de gorduras. Estudos mostraram excelentes resultados na queima de gorduras abdominais. O óleo também é indicado para diminuir os triglicérides e o mau colesterol (LDL), aumentar o bom colesterol (HDL) e por sua característica anti-inflamatória.

A gordura do coco também leva à normalização dos lipídeos (gorduras) corporais, protege o fígado dos efeitos do álcool e aumenta a resposta imunitária contra fungos, bactérias e protozoários; também se mostrou benéfica no combate aos fatores de risco para doenças cardíacas. Uma dieta rica em óleo de coco não aumenta o colesterol e nem o risco de mortalidade ou morbidade por doença coronariana, uma vez que, tem a propriedade de aumentar a fração HDL do colesterol.

Outros óleos vegetais são compostos basicamente de ácidos graxos de cadeia longa e armazenados no organismo como gordura corporal, ao contrário do óleo de coco, naturalmente usado como energia para o metabolismo.

Versátil: o óleo de coco pode ser usado como tempero em saladas, substituindo o óleo de cozinha, já que com a alta temperatura não sofre saturação, ou misturando em iogurtes, sucos ou vitaminas. Para perceber os efeitos benéficos na saúde é recomendado o consumo regular de uma ou duas colheres de sopa por dia. Aproximadamente 50% da gordura do coco é composta pelo ácido láurico, um ácido graxo de cadeia média que, no corpo humano, é transformado em monolaurina, um monoglicerídeo que possui ação anti-viral, anti-bacteriana e anti-protozoária, usado pelo organismo para destruir a camada lipídica de vários microorganismos como HIV, herpes, citomegalovirus, influenza, Helicobacter pylori, Listeria monocytogenes, Staphylococcus aureus, Streptococcus agalactiae, estreptococos dos grupos A, F e G, Cândida albicans, Chlamydia, Neisseria ghonorreae, Giárdia, entre outros.

Observação: em temperaturas mais frias (abaixo de 27C) se solidifica e fica esbranquiçado, mas isso não quer dizer que o produto está impróprio para o consumo. Para utilizá-lo, basta colocar em "Banho Maria" até que o óleo de coco esteja derretido por completo.

Tabela Nutricional #ZonaCerealistaOnline

Informações técnicas
Informação Nutricional

Tabela Nutricional #ZonaCerealistaOnline

Benefícios

A gordura do óleo de coco é capaz de aumentar o metabolismo gerando calor a partir da queima de gorduras. Estudos mostraram excelentes resultados na queima de gorduras abdominais. O óleo também é indicado para diminuir os triglicérides e o mau colesterol (LDL), aumentar o bom colesterol (HDL) e por sua característica anti-inflamatória.

A gordura do coco também leva à normalização dos lipídeos (gorduras) corporais, protege o fígado dos efeitos do álcool e aumenta a resposta imunitária contra fungos, bactérias e protozoários; também se mostrou benéfica no combate aos fatores de risco para doenças cardíacas. Uma dieta rica em óleo de coco não aumenta o colesterol e nem o risco de mortalidade ou morbidade por doença coronariana, uma vez que, tem a propriedade de aumentar a fração HDL do colesterol.

Outros óleos vegetais são compostos basicamente de ácidos graxos de cadeia longa e armazenados no organismo como gordura corporal, ao contrário do óleo de coco, naturalmente usado como energia para o metabolismo.

Versátil: o óleo de coco pode ser usado como tempero em saladas, substituindo o óleo de cozinha, já que com a alta temperatura não sofre saturação, ou misturando em iogurtes, sucos ou vitaminas. Para perceber os efeitos benéficos na saúde é recomendado o consumo regular de uma ou duas colheres de sopa por dia. Aproximadamente 50% da gordura do coco é composta pelo ácido láurico, um ácido graxo de cadeia média que, no corpo humano, é transformado em monolaurina, um monoglicerídeo que possui ação anti-viral, anti-bacteriana e anti-protozoária, usado pelo organismo para destruir a camada lipídica de vários microorganismos como HIV, herpes, citomegalovirus, influenza, Helicobacter pylori, Listeria monocytogenes, Staphylococcus aureus, Streptococcus agalactiae, estreptococos dos grupos A, F e G, Cândida albicans, Chlamydia, Neisseria ghonorreae, Giárdia, entre outros.

Escreva um comentário

Nota: HTML não suportado.
    Ruim           Bom